Cenas lamentáveis abrem discussão sobre reformulação imediata do Carnaval em Ouro Preto-MG

Rapaz se acha no direito de urinar de sacada de república durante carnaval

07/03/2014 às 00:21 por Atualizado dia 07/03/2014 às 10:37

Clique aqui e curta nossa página no facebook

Uma atitude que demonstra falta de educação, de maturidade, falta de berço. A cena deplorável foi flagrada pelo amigo e fotógrafo profissional Ronald Peret. Não sei se profissional é adjetivo correto, pois, para muitos, o termo poderia definir uma pessoa que trabalha somente pelo dinheiro. No caso do Ronald, seu trabalho vai muito além de cifras. Ele é uma pessoa que se preocupa com pessoas. Ele é uma pessoa que se preocupa com a cidade que ama. Sua sensibilidade vai além, muito além de matéria.

Quando voltava da cobertura do Desfile das Escolas de Samba de Ouro Preto-MG, ocorrido na Praça Tiradentes, que atravessou a noite de 03/02, terminando somente na amanhã de 04/02, Ronald fez uma fotografia, que me faz pensar imediatamente como ele não queria ter feito esse registro. Com certeza, Peret gostaria que tal fato não tivesse acontecido.

Um cidadão brincava e gritava nomes de alguns conhecidos da sacada de uma residência, localizada na Rua Getúlio Vargas, nº10, onde funciona a república estudantil Xeque Mate. Após falar nomes de alguns colegas que estavam na rua, o cidadão resolveu retirar de dentro da calça o seu órgão genital e urinar da sacada da casa, numa atitude de completo descontrole que, imaginamos, nem mesmo uma criança, no auge de sua inocência, se prestaria a realizar. O fato aconteceu por volta de 6h 15min.

Peret conta que passava com sua namorada próximo da república e ouviu gritos do rapaz que tentava chamar a atenção de outras pessoas na rua. Ronald percebeu que algo de estranho aconteceria, quando sacou de sua máquina fotográfica e fez o registro.

O que levaria um cidadão que aparenta, pelas fotos, não ser nem mais adolescente, à uma cena tão deprimente. Como já escrevi nas redes sociais, esse rapaz é um babaca. Tenho pena de seus pais, que com certeza, tentaram dar a ele o básico da educação. Pela atitude que tomou, não deve ter absorvido muito do trabalho que os pais tiveram para tentar educá-lo.

De quem é a culpa desse rapaz ter pensado que urinar na sacada, em Ouro Preto, é o mesmo que urinar no banheiro? Observamos, todos nós ouro-pretanos que nos preocupamos com a cidade e seus moradores, certo desleixo diante do imenso número de pessoas que chegam à cidade para a folia, todos os anos.

Mas será que mais cautela e controle das autoridades públicas e policiais impediriam cenas como essas? O rapaz não roubou ninguém na cena que protagonizou, não agrediu fisicamente, mas, deixou uma dúvida imensa no ouro-pretano que vê o importante registro do amigo Ronald. Em qual nível deverá chegar o carnaval de Ouro Preto se atitudes inteligentes e rígidas não forem pensadas desde já? Como deverá ser, no ano que vem, o controle de uso das repúblicas, sejam federais ou particulares? Quais atitudes devem ser tomadas para o controle e registro de milhares de pessoas, estejam elas em repúblicas ou não, para que tenhamos a devida e básica segurança.

Não somos uma grande metrópole. Somos uma cidade com 71 mil moradores (senso IBGE 2010) e com uma receita de dar inveja a muitos municípios ricos. Há de se ter e de se querer mais carinho com nossa pérola barroca e seus moradores. Há de se ter mais carinho com os morros que descem para curtir a folia.

O poder público deve pensar, desde já, uma mudança de conceito para Carnaval em Ouro Preto. Podemos e queremos sim, que o Carnaval continue sendo momento de renda extra para centenas de famílias, inclusive para os donos de imóveis que alugam para temporadas, ou para moradia de alunos da Universidade, como no caso em questão, mas, que isso seja feito com controle.

Não sabemos quem entra na cidade. Não sabemos quantos carros nossas ruas suportam, não sabemos que tipo de pessoas frequentam as ruas, seja no dia ou na noite de folia. Nossos becos se transformam em desordem total. Não há iluminação e segurança nos templos históricos.

Fatos tristes de tiros e facada, ameaças a mulheres com réplicas de arma de fogo. Várias brigas registradas e não registradas pela polícia, sendo uma delas com ferido gravíssimo.

Há muito descontrole para uma cidade tão pequena. Aguardamos ações efetivas dos poderes, em conjunto com a população para que o carnaval de Ouro Preto não fique ainda mais famoso pelos fatos tristes. Que seja pensado desde já uma mudança radical e que campanhas educativas e de conscientização sejam feitas meses antes da folia, desde já, pois, se as autoridades não impuserem o respeito que nosso município merece, Ouro Preto continuará sendo encarada como a casa sem gato, onde os ratos, mal intencionados de todos os tipos, podem vir fazer a festa.

Clique aqui e curta nossa página no facebook

Tino Ansaloni

Jornalista Ouro-pretano.

 

Matéria com colaboração de Ronald Peret que, gentilmente, nos cedeu as fotos.


Comente com o facebook

13 comentários

  1. Achei mimimi demais! Pq o fotógrafo não chamou a polícia na hora e resolveu o problema com o próprio cara que mijou?

    Tudo agora as reps tem de estar envolvidas? Se eu entro numa rep e mato alguém lá dentro, a culpa é da rep tb?? Ou a culpa é minha???

    Agora temos que por fraldas nos turistas e foliões???

    As repúblicas serão bodes expiatórios para tudo até quando??

    E pelo que li, o cara mijou foi em um amigo dele, ele avisou que ia mijar e etc… foi um brincadeira de mau gosto, mas só isso! nao justificando o ato dele, mas mijar na porta da rep pode??? Porque isso acontece aos milhares durante o carnaval! É a altura do mijo que causa a indignação? Em frente a São José nego mija e caga o carnaval todo, isso pode?

    Não houve queixa formal, nem BO nem nada, só a foto do infeliz.

    Este povo de OP adora caçar pelo em ovo! Pelo menos nao foi em rep federal, senão a falazada seria maior ainda.

    Não acho que a Xeque-Mate tenha que se manifestar nem nada, é só deixar pra lá.

    Queria muito que se reformulasse o carnaval de OP, com menos pessoas e sem casas de apoio, mas pegar este mijo como fator pra discutir a reformulação…. francamente, é demais!

    • Como diz o título da matéria, “cenas lamentáveis”. Plural. Esta foi apenas uma entre tantas e o excelente e conceituado fotógrafo Ronald Peret conseguiu o flagrante. As repúblicas não são responsáveis por tudo de mal que ocorre em Ouro Preto e os seus moradores sabem disto. Atos de alguns estudantes de algumas repúblicas, ou visitantes, no caso da foto, é que indignam sim, da mesma forma que indignariam se cometidos fora de repúblicas ou por alguém que não seja estudante.
      Urinar do alto de uma sacada em quem passa em baixo não é “mimimi”. É falta de respeito, educação e civilidade, em época de festas ou não, sendo a pessoa estudante ou não e sendo a sacada de república ou não. Sobre a reformulação do carnaval em Ouro Preto, essa discussão vem de anos, e se a gota dagua foi a atitude deste rapaz que foi fotografado urinando em alguém, acho válido. Parabéns ao jornalista Tino Ansaloni e ao fotógrafo Ronaldo Peret pela matéria. Que seja o primeiro passo.

      • O Areli Nogueira ACIMA… estudou na UFOP, somente não sei a sua republica, mas não é dicicil descobrir, sei que vai para sempre defender, sua turma e seu berço universitário, mesmo que ele não corresponda a realidade “mesmo com o time perdendo, vc veste a camisa”. COMO DISSE: “alguns estudantes de algumas repúblicas,” E a realidade não todas… sou amigo de muitos estudantes de federais e universitárias … posso fale que eles nunca fariam tal feito… mas o ex-estudante acima quer botar lenha na fogueira… visando queimar outros. Incrível como alguém toma as dores dos erros dos outros… mesmo sabendo do erro. Obrigado Valdete Braga ” Minha família esta aqui em Ouro Preto a muito mais tempo que as republicas federais… 200 anos de estória local e pouco para nos… e o carnaval realmente tem que ser reformulado…nao acabando com o turismo estudantil do abadá… apenas relocando para um lugar certo, o campus da UFOP…ja que todos as republicas federais ou particulares tem alunos desta instituição… ela tem espaço amplo e ainda um ginásio para shows… muita área de estacionamento e ate a sua segurança federal… s’o isto resolve..transito. situações constrangedoras e muito mais..uma única ação… mudar este evento da área em torno do centro histórico.

    • Areli Nogueira da Silva Júnior tudo bem seu campo e como “Especialista em Recursos Minerais/Geologia no Departamento Nacional de Produção Mineral”,estudou na UFOP, somente não sei a sua republica, mas não é dicicil descobrir, sei que vai para sempre defender, sua turma e seu berço universitário, mesmo que ele não corresponda a realidade “mesmo com o time perdendo, vc veste a camisa”. O Texto acima não diz que ele fez por brincadeira com os amigos, e mesmo que o fizesse estaria errado ou vc gosta que seus amigos mijem em vc? Ele realmente acertou duas crianças fora os outros… se a mãe destas crianças não tomou a iniciativa de chamar a policia ou tentou mais não encontrou um para o tal feito… imagina eu ‘procurar a policia” depois de ter trabalhado mais de 10 horas fotografando os desfiles… o meu feito esta ai mais de 45mil visualizações e centenas de comentários e nenhum como seu perfil de defensor. Voltando aos seu questionamentos… tenho plena certeza que se alguém entra na sua casa e vc autoriza… e ele põe fogo mata ou quebra tudo a culpa não é sua mais vc facilitou ou aceitou tal conduta… As republicas não levam toda fama ..mais a desordem que seus ‘hospedes’ e alguns moradores… quer ver tenho filme de estudantes ‘garotas’ indo par o caem depredando placas na rua direita…briga de estudantes na porta do caem… sexo na praça da prefeitura e fora do carnaval… e o cara é morador de uma das republicas dos arredores… . Pior que se fosse federal..ia ser pior… alias tive inúmeros amigos nas federais…e ainda sou amigo de muitos… mas e triste ver na frente da “Gaiola de Ouro” a situação …internamente não sei mais o som vem de dentro da republica… a musica faz o convite a situação. Como vc disse a Xeque-mate não tem que manifestar… com nada. Mas nos sim… foi de dia… e o cara estava com a cara lavada… Francamente, é demais!. DIGO EU!!!

    • Vamos lá, às suas respostas, Areli…

      Achei mimimi demais! Pq o fotógrafo não chamou a polícia na hora e resolveu o problema com o próprio cara que mijou?

      R. Porque foi em uma REPÚBLICA, o acesso fica RESTRITO no carnaval, não é mesmo? Portanto, se ele fosse para a galera e dissesse “vou ali falar com o cara que tava mijando lá de cima”, eu DUVIDO que abririam as portas pra ele, simplesmente DUVIDO.

      Tudo agora as reps tem de estar envolvidas? Se eu entro numa rep e mato alguém lá dentro, a culpa é da rep tb?? Ou a culpa é minha???

      R. Não que elas TENHAM que estar envolvidas, mas na maioria dos casos, elas REALMENTE ESTÃO… Se você entra em uma república para matar alguém, a responsabilidade sobre tal fato recai sobre quem facilitou o teu acesso… Todos responderiam pelo fato de acordo com o grau de participação no ocorrido.

      Agora temos que por fraldas nos turistas e foliões???

      R. Até que essa é uma opção um tanto engraçada de se pensar, mas não… Não seria necessário fazê-lo, isso é questão de BOM SENSO e RESPEITO, esse tipo de coisa que a gente aprende desde cedo, sabe?

      As repúblicas serão bodes expiatórios para tudo até quando??

      R. Ninguém tá fazendo república nenhuma de bode expiatório, mas se aconteceu DENTRO da república, os moradores e todos que nela estiveram DEVEM ser interrogados SIM, deve haver um acompanhamento SIM.

      E pelo que li, o cara mijou foi em um amigo dele, ele avisou que ia mijar e etc… foi um brincadeira de mau gosto, mas só isso! nao justificando o ato dele, mas mijar na porta da rep pode??? Porque isso acontece aos milhares durante o carnaval! É a altura do mijo que causa a indignação? Em frente a São José nego mija e caga o carnaval todo, isso pode?

      R. Se mijou em amigo ou não, foda-se! Acertou em outras pessoas que não são obrigadas a aceitar tal conduta só porque foi uma “brincadeirinha” com o amigo dele… Não, não pode mijar na rua, se você vê e denuncia, isso te faz conivente com a conduta… Viu? Denuncie!

      Não houve queixa formal, nem BO nem nada, só a foto do infeliz.

      R. A foto em si já É uma denúncia… Como fazer um B.O se para isso precisaríamos do NOME do sujeito, e pra começar, precisariam que fosse concedido o acesso à república para fazê-lo.

      Este povo de OP adora caçar pelo em ovo! Pelo menos nao foi em rep federal, senão a falazada seria maior ainda.

      R. Esse povo de OP não adora caçar pelo em ovo, esse povo de OP adora cuidar e zelar pela sua cidade, coisa que também deveria estar sendo feita pelos republicanos, ao invés de dizer “Ah, não vamos responder por isso”… Porra! A partir da hora em que vcs moram e estudam aqui, é responsabilidade de vocês colaborarem também.

      Não acho que a Xeque-Mate tenha que se manifestar nem nada, é só deixar pra lá.

      R. Claro, vamos ser coniventes com isso e deixar passar né? Foi só uma mijadinha… Aposto que se fosse em você, você estaria movendo mundos e fundos pra punir esse cara.

      Queria muito que se reformulasse o carnaval de OP, com menos pessoas e sem casas de apoio, mas pegar este mijo como fator pra discutir a reformulação…. francamente, é demais!

      R. Demais é toda essa sua ignorância e arrogância, meu caro. Demais é todo descaso com essa situação… E a propósito, o único mimimi que to vendo aqui é o seu!

      Abraços.

      • Concordo com suas palavras… podemos graças a esta vida virtual… conhecer gente com um propósito real igual, obrigado Thiago Moreira por realmente arregaçar as mangas e lutar. Tem muita gente que só fica na surdina sem mostrar a cara na hora de lutar pelo certo. Não espero que o mesmo seja reconhecido..ou julgado… mais é uma importante forma de todos saberem que estamos de olho aberto para aqueles que querem principalmente urinar na sociedade, na cultura, na família e nos bons costumes do povo mineiro… seu ato atingiu a comunidade ouro-pretana incluído seus visitantes, moradores, estudantes e turistas … nao importa se ele for nativo, estudante, morador ou turista. Ofendeu!! e Confesso que se tivesse visto que o mesmo acertou também fisicamente duas crianças … tinha mudado todo o curso desta estória …sorte dele que esta mãe não tinha mais ninguém no momento para lutar por ela. Valeu Thiago por suas palavras e apoio.

      • BOA THIAGO MOREIRA, DAQUI A POUCO VAMOS TER QUE CANONIZAR ESTUDANTES EM MASSA, ESTUDANTES ESTES, QUE LEVAM OUTROS A ÓBITO DE CACHAÇA, QUE JOGAM CERVEJA EM PLENA PROCISSÃO NA SEMANA SANTA E ETC. ACHO QUE DEVERÍAMOS DEIXAR A CIDADE PRA ELES, ELES SÃO “TÃO BONZINHOS”!!

  2. Simples. espalhem a foto da anta e ano que vem ninguém em Ouro Preto, também por nenhum valor em dinheiro; hospede o dito…… Que vá urinar em outra freguesia. Quem sabe ele descobre o que é educação.

  3. O tal Areli era da Nau Sem Rumo e o apelido era Xu-pão. Formado no segundo semestre de 2007.

    • E olha que a Nau Sem Rumo me deu grandes amigos nos anos 80 e alguns deles ainda estão presentes… mas tem sempre um para ser diferente. Valeu!! Fernanda isto vale como forma de saber que dentre as mais de 65 mil visualizações em uma única postarem… e centenas de compartilhamentos ….somente o Xu-pão e um tal Samuel estudante de turismo foram contra a situação.

  4. Areli Nogueira da Silva Júnior, não fala bobagem! E República tem que se responsabilizar SIM, até porque, ela tá ganhando seu “dinheirinho” pela hospedagem do mijão aí, ou seja, ele é hóspede, relação comercial. Encher o saco de dinheiro é legal, é bonito é lindo! Agora o que podemos fazer se estudantes vem a óbito de cachaça dentro das repúblicas, urinar de sacadas,jogam copo de cerveja naem procissão em plena Semana Santa?? “Ah mais isso aí é perseguição do povo da cidade”rsrssr… e só pra constar, a república tem sua cota de responsabilidade SIM, até porque esse HÓSPEDE não se encontrava em via pública não, mas sim DENTRO DA REPÚBLICA E URINANDO EM VIA PÚBLICA, logo, ela é responsável SOLIDARIAMENTE,até porque, moradia estudantil virou um negócio e não sou eu quem falo isso, é a realidade nua, crua e mijada rsrsrsr… não precisa ser um gênio pra constatar isso!!Além do mais,não precisa colocar frauda em HÓSPEDES não, basta que as repúblicas parem de fazer as velhas e repetidas cagadas de sempre, que po sinal, isso é de uma burrice galopante repetir as mesmas cagadas!! Mas acredito que os estudantes teriam que ser canonizados! Acredito até que, errado é a população de Ouro Preto, deveríamos sair da nossa cidade e deixar ela para os estudantes “somos muuuito maldosos com estudantes”, “perseguimos demais e sem motivo algum” rsrsrsrsr… “pobres estudantes” rsrsrsr… Sem mais.

  5. A discussão está mudando de rumo. O fato do sujeito da foto estar urinando a partir de uma república não é melhor ou pior do que estaria se o fizesse a partir da sacada de uma casa de família ouropretana alugada para a temporada de carnaval. Neste caso, a família que alugou a casa teria responsabilidade no fato?
    Pode-se até argumentar que a família não seria responsável porque não estaria presente, mas alguns moradores da república provavelmente estariam na casa. Será que eles presenciaram a cena? Concordaram com o fato?
    O fato não é uma atitude para se orgulhar, mas não se pode crucificar estudantes e repúblicas por sua causa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *