Professores da UFOP fazem paralisação nesta terça-feira

Dia de mobilização e luta é um protesto contra a reforma trabalhista, reforma da previdência e contra os ataques à Universidade Pública.

04/12/2017 às 14:47 por Atualizado dia 04/12/2017 às 14:48

Foto-Assinaram a lista de presença 29 docentes
Crédito-Assessoria de Comunicação/ADUFOP

Diretoria da ADUFOP realizou na manhã desta segunda, dia 4 de dezembro, Assembleia Geral da ADUFOP, no Auditório da Escola de Farmácia, no Campus Ouro Preto. O presidente da ADUFOP, professor André Mayer (DECSO) abriu a assembleia com informes gerais de interesse da categoria docente, seguido do presidente do Sindicato ASSUFOP, Sérgio Neves, que falou sobre a greve em curso dos técnico-administrativos da UFOP. Em seguida, o professor Luís Seixas (DEGEO) informou sobre o encerramento das negociações das entidades ADUFOP, ASSUFOP e SINASEFE-IFMG com a Unimed Inconfidentes, que resultou no não-reajuste do plano de saúde para o período de 2017-2018. O advogado da entidade, Guido Coutinho, fez esclarecimentos sobre a Medida Provisória (MP) 805, e destacou a majoração da alíquota de INSS de 11% para 14% e o descumprimento do acordo de reajuste salarial dos docentes. Ele participou do Encontro Nacional do Coletivo Jurídico do ANDES-SN que indicou às seções sindicais de entrarem na justiça para questionar a MP.

Os encaminhamentos aprovados foram de PARALISAÇÃO das atividades atividades docentes no dia 5 de dezembro, terça-feira, como dia de mobilização e luta e protesto contra a reforma trabalhista, reforma da previdência e contra os ataques à Universidade Pública. Estão programadas ações de mobilização e panfletagem em Ouro Preto, com concentração às 9h30, em frente ao RU (Campus) e em Mariana, às 10h, no ICSA. A reitoria já foi notificada da paralisação conforme este ofício.

Foram aprovados também os docentes que irão compor a delegação da ADUFOP no 37º Congresso do ANDES-SN que acontece em Salvador-BA, de 22 a 27 de janeiro de 2018. O(a)s professore(a)s eleito(a)s como delegado(a)s foram Viviane Queiroz (DECSO), Alexandre Arbia (DECSO), Joaquim Toledo (aposentado-DEQUI), Clarissa Rodrigues (DEQUI), Rodrigo Nogueira (DEARQ), André Mayer (Diretoria ADUFOP) e Gilmar de Souza (DEQUI). Como observadores, foi eleita a professora Alessandra Souza (DECSO) e o professor Igor Pereira (DECAT).

Os docentes aprovaram também uma moção de apoio da Assembleia para a greve dos técnico-adminstrativos da UFOP.

Assinaram a lista de presença 29 docentes.

Assessoria de Comunicação/ADUFOP


Comente com o facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *