Prefeito de Mariana-MG é absolvido por unanimidade das ações que pediam a cassação de seu mandato

16/05/2018 às 15:16 por Atualizado dia 16/05/2018 às 15:21

Foto-Duarte Júnior discursa em solenidade do Dia de Minas em Mariana
Crédito-João Paulo Teluca Silva

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) decidiu, por unanimidade, manter o prefeito de Mariana, Duarte Júnior (PPS), e seu vice, Newton Godoy (PSD), nos respectivos cargos. Em sessão realizada nesta segunda-feira (14), em Belo Horizonte, os desembargadores julgaram improcedentes as acusações contra a chapa. As cinco ações pediam a cassação do mandato por captação ilícita de sufrágio, abuso de poder político e abuso de autoridade. O processo tramitava na Justiça desde abril do ano passado.

O vice-prefeito, Newton Godoy, se manifestou positivamente quanto à decisão do TRE. “O resultado de ontem provou o restabelecimento da verdade. Sempre estive confiante da seriedade e compromisso que temos para com a população marianense”, disse Newton em sua página pessoal do Facebook.

Eleito em 2016, com 74,37% dos votos, Duarte Júnior ressaltou seu compromisso em superar o momento de dificuldade econômica em que Mariana se encontra. “O momento é de alegria, mas precisamos ter foco. A situação em que o município vive ainda é difícil, com um grande número de desempregados. O que precisamos, agora, é de focarmos no trabalho em prol da nossa cidade. Continuaremos firmes e trabalhando muito!”, pontuou o prefeito


Comente com o facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *