Denúncia: Gatos morrem com sinal de envenenamento em Ouro Preto-MG

Casos ocorreram na Rua Dom Helvécio, próximo a antiga FEBEM. Envenenar animais é crime previsto por lei e pode dar prisão de três meses a um ano para quem for condenado.

13/03/2018 às 16:16 por Atualizado dia 13/03/2018 às 16:59

Gatos estão aparecendo mortos na Dom Helvécio, Bairro Cabeças, em Ouro Preto (MG). A rua está localizada próxima ao prédio da antiga Febem, onde funciona a Secretaria de Desenvolvimento Social, Habitação e Cidadania.  Os moradores da região afirmam que os animais estão sendo envenenados, devido aos sintomas apresentados, ao voltarem para casa: vômito, diarreia, salivação excessiva e dificuldade respiratória.

De acordo com os moradores, sete felinos não resistiram à ingestão da forte substância e acabaram morrendo do dia 04 de março até a noite desta segunda-feira (12).  Uma gata chegou a ficar cega.

Uma gata ficou cega de um olho em decorrência do envenenamento. Crédito-Moradores do Bairro Cabeças.

“O meu gato voltou para casa se contorcendo de dor, babando e evacuando, nem mesmo deu tempo de levar ao veterinário. Já a outra gatinha que ficou cega, nós conseguimos levar ao médico e ele confirmou o envenenamento”, afirmou uma moradora.

Ainda de acordo com os moradores, outros casos isolados já aconteceram no ano passado. Como medida preventiva, os donos dos animais começaram a trancá-los em casa, principalmente à noite, temendo novos crimes.

Enquanto redigíamos esse texto, outro leitor entrou em contato afirmando ter visto, na última quinta-feira, dois gatos mortos na Rua Dr, Cláudio de Lima (Beco do Bois), bairro Pilar e outro na Rua Benedito Valadares, bairro Pilar.

Crime ambiental

Quem pratica crimes contra animais deve responder na justiça. Conforme a Lei 9.605 (Lei de Crimes Ambientais), de 1998, “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos” resulta em uma detenção de três meses a um ano, além de multa. Caso haja morte, a pena pode ser elevada de um sexto a um terço.

 

 


Comente com o facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *