Carnaval 2013 de Ouro Preto-MG sem o tradicional Desfile das Escolas de Samba

14/01/2013 às 23:02 por Atualizado dia 14/01/2013 às 23:39

Veja, no final do texto, a ata da reunião que cancelou o Carnaval das Escolas de Samba 2013 em Ouro Preto-MG

Curta no www.facebook.com/jornalvozativa
Siga no twitter.com/jornalvozativa

Enquanto o relógio da Praça Tiradentes badalava 21 horas de hoje, 14 de janeiro, algumas Baterias das tradicionais Escolas de Samba da cidade ensaiavam nas ruas próximas de seus galpões. Mal sabiam os ritmistas que uma decisão tomada nessa noite deixaria o carnaval e comunidades mais tristes.

Com a presença de representantes das seis Escolas de Samba, exceto as duas Escolas Mirins Chapéu Atolado e Princesa Isabel, que mesmo ausentes, deram o aval à decisão, foi cancelado o Carnaval das Escolas de Samba 2013 na Praça Tiradentes.

A reunião teve início por volta de 20 horas, na Casa de Gonzaga, onde funciona a secretaria de turismo e cultura, com a presença e comando de Danilo Nonato e Temístocles Rosa (o Teco), que fazem parte da Comissão Organizadora, designada pela LESOP – Liga das Escolas de Samba de Ouro Preto. Essa comissão foi designada até que sejam marcadas novas eleições da diretoria da LESOP. Além de Danilo e Teco, compareceram o Secretário de Turismo e Cultura, Jarbas Avelar e o diretor da secretaria, Beto Kafubira.

Diante da impossibilidade da prefeitura de efetuar o repasse de verbas, devido a dificuldades burocráticas de início de governo, os presidentes e representantes das Escolas e LESOP, chegaram a cogitar um carnaval temporão, no mês de maio, para que as Escolas tivessem tempo de se prepararem para um desfile, comprando materiais a baixo custo e trabalhando sem tanta urgência, mas, essa possibilidade caiu por terra. A data prevista pela prefeitura para a liberação da verba, para que as Escolas se apresentassem normalmente no Carnaval 2013, seria 24 de janeiro.

Segundo a LESOP, os diálogos tiveram início no dia 9 de outubro, no intuito de se encontrar uma solução e dar agilidade ao processo de repasse para as Escolas, mas, a prefeitura pouco pôde fazer devido a questões como o orçamento do município que, logicamente, só poderia ser aberto no ano de 2013. Além disso, a LESOP considerou a data limite para repasse de verba como sendo o dia 11 de janeiro, última sexta feira, para que as Escolas tivessem o mínimo de tempo para se prepararem. O tempo expirou e o repasse não aconteceu.

Possibilidades futuras, como indicações de vereadores na Câmara Municipal, no intuito de se mudar as regras para os repasses da subvenção para a Liga também foram colocadas em discussão. Além disso, os representantes pediram ao Secretário que seja analisada a possibilidade de garantia do repasse de 2013, juntamente com o repasse de 2014, para que as agremiações tenham tempo de se estruturar para os desfiles. O secretário Jarbas Avellar garantiu que, juntamente com equipe da prefeitura, irá analisar a questão.

Durante várias vezes os representantes e presidentes das Escolas foram consultados sobre sua decisão de cancelar o desfile, prevalecendo o voto de 100% dos presentes. Uma ata foi lavrada e assinada por todos os representantes de Escolas presentes, Secretário de Turismo e representantes da imprensa.

Ainda na mesma reunião foi destituída a Comissão Provisória Organizadora, fato que também foi lavrado em ata.

Fica na cidade a sensação de vazio, diante da ausência das tradicionais Escolas de Samba no Carnaval da Praça Tiradentes.

Leia abaixo a cópia da ata redigida após decisões tomadas na reunião.


Comente com o facebook

4 comentários

  1. Lamentável!!! O povo perdendo lugar para dar espaço aos turistas. Respeitem a tradição!!!

  2. Si no ano passado as escolas saíram reduzidas pq nao fazer isso neste ano onde estao as autoridades para resolver isso e uma vegonha pra essa nova gestao qe ganhou a eleiçao ouro preto arrecada mensalmente cerca de 20 milhoes de reais e ficam nessa segurando “amarrando” a verba para as escolas

  3. Não concordo quando algumas pessoas dizem que é do governo a culpa pelas escolas de samba não saírem esse ano. Acredito que mesmo que as escolas tivessem recebido esse dinheiro no 1° dia útil do ano não daria tempo suficiente para que eles organizassem um desfile bacana. É muito cômodo agora jogar a culpa em uma pessoa que assumiu a prefeitura a apenas 16 dias.

  4. Muito comodo culpar essa nova gestão pelo não desfile das escolas mas o mesmo tem apenas 30 dias que assumiu a prefeitura. Por que o que saiu não fez o repasse a tempo antes de sair visto que o carnaval é no começo de fevereiro e as escolas desde o ano passado já tinham que estar trabalhando no tema e não agora a poucos dias do carnaval!!!! Acorda OURO PRETO!!!! Vamos reclamar sim mas sendo coerentes. Não culpe o governo por uma coisa que não é por enquanto culpa dele….. e sim do que SAIU…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *