“A ascensão que tanto esperamos”, com Samuel Senra

17/02/2017 às 14:08 por Atualizado dia 17/02/2017 às 14:21

Samuel Senra é Graduando em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto

Após a fatídica derrota para o Cruzeiro, no primeiro clássico do ano, em um jogo que pouco criamos, as coisas parecem finalmente terem começado a se acertarem.

Danilo, improvisado no meio-campo, até o momento vem sendo o destaque e a surpresa na sequência de três vitórias. Consistente e com bastante volume de jogo tem apoiado bem o ataque, inclusive com gols e assistências. O Galo precisava de um cara como ele, que não tem nome de craque, mas que tem sede de bola. Se continuar com a boa sequência tem tudo para um dia virar ídolo da Massa.

Mas eu sei, vamos com calma. O Galo aplicou goleadas em Tombense e Joinville, além da vitória sobre o Uberlândia. E um detalhe que me chamou a atenção foi que a zaga Alvinegra, bastante criticada por mim e por todos no último ano, não levou um gol sequer. Sinal que os treinos táticos de Roger e a volta de Leonardo Silva começaram a surtir efeito.

Outro que vem se firmando na equipe principal é o meia Otero. Conhecido pela característica de arriscar bastante de longe para o gol, já anotou duas belíssimas pinturas. Robinho que se cuide, porque outro que ao entrar também tem correspondido é Maicosuel. E o galo ainda tenta trazer mais um meia-atacante para compor o plantel.

Quem também precisa ficar atento é Cazares, muito elogiado e defendido por mim, ainda está deixando a desejar. Parece aqueles carros velhos à álcool que quando você acha que finalmente vai pegar te deixam na mão. Já mostrou o potencial que tem no ano passado, mas não consegue manter aceso o brilho do futebol que é capaz de proporcionar. É o armador que tanto contamos e precisamos, mas tomara que não nos frustre no futuro.

Falar em frustração é ter que aceitar a saída de Pratto. Pois é, sabemos que o futebol brasileiro depende da venda de jogadores para o pagamento das contas. Mas havia uma identificação enorme com a massa e vê-lo indo para outro clube brasileiro é muito pior que perdê-lo para China ou Europa.

Ao menos ainda contamos com Fred, que por conta do fiasco da última copa do mundo, muito me surpreendeu com a camisa Alvinegra. Tenho que admitir que o cara ainda conhece as artimanhas para balançar as redes.

O time está se encaixando. Elias se corresponder e com a experiência que carrega vai formar uma excelente dupla de volantes com Rafael Carioca. Marcos Rocha e Luan, que no ano passado enfrentaram uma série de lesões, também miram uma retomada e sequência nos trabalhos. E ainda contamos com Rafael Moura, Clayton, Victor e companhia.

O plantel ainda é de primeiríssima qualidade. E por isso, mas não só por isso, acreditamos e cobramos as tais conquistas que nesses últimos anos nos escaparam pelos dedos.

Domingo o Galo pega o América em jogo válido pelo Campeonato Mineiro, no Mineirão, às 17h. Vai ser mais um desafio para provar que estamos, verdadeiramente, em ascensão.


Comente com o facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *